Links de Acesso

COVID-19: Organizações angolanas iniciam campanha para regresso às aulas em segurança


Escolas sem carteiras, Malanje, Angola (Foto de Arquivo9

A Rede da Sociedade Civil de Educação para Todos (Rede EpT) e o Mosaiko - Instituto para a Cidadania iniciaram nesta quinta-feira, 1, uma campanha para garantir o regresso às aulas em segurança, com a participação de cidadãos e instituições de diferentes províncias do país.

Covid-19: ONGs iniciam campanha para regresso às aulas em segurança – 2:12
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:12 0:00

O membro da campanha e integrante da Rede da Sociedade Civil de Educação para Todos (Rede EpT), Carlos Cambuta disse à VOA que a iniciativa visa contribuir para sensibilizar a sociedade para a necessidade de se melhorar as condições de biossegurança nas escolas públicas face ao risco de contágio e propagação da Covid-19.

Cambuta revelou que um levantamento feito por estas duas organizações não-governamentais, em nove províncias, concluiu que muitas escolas do país “não reúnem os requisitos mínimos para o regresso às aulas nos moldes pretendidos pelo Governo”.

A campanha denominada “23 Dias pela Educação” decorrer até o dia 23 de está aberta à participação de representantes das instituições do Estado, do Sindicato dos Professores e de organizações da sociedade civil, médicos e encarregados de educação.

Durante a campanha, o Mosaiko e a Rede EpT vão realizar debates, encontros com as instituições do Estado e mobilizar cidadãos e organizações da sociedade civil para fiscalizarem as condições das escolas, segundo Carlos Cambuta.

O Governo marcou para o dia 5 o reinício das aulas para o ensino médio e superior e o dia 26 para o ensino primário.

O Executivo também aprovou um novo calendário escolar que vai de setembro a julho do ano seguinte.

Attachments area

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG