Links de Acesso

Coreia do Norte ameaça “enfrentar” EUA devido a exercícios militares com o Sul


A Coreia do Norte ameaçou neste sábado, 3 de Março, “enfrentar os Estados Unidos” caso os norte-americanos decidam realizar exercícios militares em conjunto com os sul-coreanos, e afirmou que não implorará por negociações com Washington.

Nesta semana, um conselheiro de segurança nacional sul-coreano disse segundo a agência Yonhap que os EUA devem iniciar os exercícios em conjunto no início de Abril, na mais recente de uma série de acções que o Norte descreve como uma ameaça.

“Se os EUA realizarem os exercícios militares conjuntos enquanto mantêm sanções à Coreia do Norte, vamos enfrentar os EUA com nosso próprio modo de reacção, e serão dos EUA todas as responsabilidades sobre as consequências”, afirmou a agência estatal norte-coreana KCNA em comentário, dizendo que tais exercícios prejudicariam os esforços de reconciliação na península.

No dia 23 de Fevereiro, os EUA afirmaram que iriam impôr o seu mais pesado pacote de sanções para pressionar a Coreia do Norte a desistir do seu programa nuclear e de mísseis. O Presidente norte-americano, Donald Trump, alertou sobre uma “fase dois” que pode ser “muito, muito triste para o mundo”, caso os esforços actuais não surtam efeito.

A Coreia do Norte criticou as sanções unilaterais de Trump, mas afirmou que estava aberta a negociações durante a visita de importantes autoridades do país à Coreia do Sul para os Jogos Olímpicos de Inverno, no mês passado.

A Casa Branca disse que qualquer negociação precisa ter na mesa o fim do programa nuclear norte-coreano.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG