Links de Acesso

Condecorações "caem" bem em Angola


Bonga, um dos condecorados

Gesto de João Lourenço em reconhecer figuras de todos os quadrantes marca as celebrações de 11 de Novembro

O Presidente angolano, João Lourenço, condecorou 72 personalidades civis e militares, incluindo figuras ligadas à oposição, por ocasião das cerimónias do 43.º aniversário da independência de Angola assinalado no domingo, 11.

Entre alguns dos distinguidos estão Viriato da Cruz, Ilídio Machado, Cônego Manuel das Neves, Eduardo Jonatão Chingunji, Simão Gonçalves Toco, Ambrósio Lukoki, Pedro Afamado Kissungua, Arlindo Chenda Isaac Pena “Ben Ben" e José Adelino Barceló de Carvalho “Bonga”.

As condecorações foram bem recebidas por vários sectores sociais.

No campo político, o porta-voz da UNITA, Alcides Sakala, considera o reconhecimento como sendo “um passo importante que é preciso continuar, melhorando os procedimentos de aproximação entre as forças políticas mais importantes do país”.

O general na reforma Manuel Paulo Mendes de Carvalho (Paca), também considera positivo o gesto do Presidente angolano, mas questiona os critérios usados para a distinção feita.

Paca diz que há figuras que mereciam mais do que outras.

Entretanto, sobre a distinção das figuras mortas na sequência dos acontecimentos do 27, o também general na reforma, Silva Mateus afirma não fazer qualquer sentido premiar alguém que ainda não foi oficialmente sepultado.

Entre os homenageados estão os comandantes Jacob Caetano João “Monstro Imortal”, e Paulo da Silva Mungungo “ Dangereux”, duas figuras do MPLA mortas durante a revolta interna do 27 de Maio de 1977 receberam, atítulo póstumo, a Ordem dos Combatentes da Liberdade, do 1º Grau.

Ainda a título póstumo, o Chefe de Estado atribuiu a Medalha do Mérito Militar, da 1ª Classe, a Pedro Afamado Kissungua, antigo chefe das forças militares da FNLA, e ao general Arlindo Chenda Isaac Pena “Ben Ben”, que foi chefe das tropas da UNITA antes dos acordos de paz.

Outra patente proveniente da UNITA é o general Adriano Makevela “Mackenzie” que recebeu a Medalha do Mérito Militar, da 1ª Classe.

A Medalha do Mérito Militar, 2ª Classe foi atribuída ao general Augusto Domingos Lutock Liahuka “Wiyo”, que também integrou as forças militares da UNITA.

A Ordem do Mérito Civil, do 1º Grau foi atribuída, a título póstumo, entregue ao conhecido guitarrista e cantor angolano, Liceu Vieira Dias, e ao antigo líder do PDP-ANA, Mfulupinga Lando Victor.

A mesma distinção foi atribuída ao Cardeal D. Alexandre do Nascimento e ao bispo Emílio de Carvalho .

O campeão angolano de MMA, Demarte Pena, foi agraciadocom a Medalha de Bravura e do Mérito Cívico e Social, da 1ª Classe.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG