Links de Acesso

Comité de Inteligência da Câmara dos Representantes acusa Trump de abuso do poder


Órgão controlado pelos democratas divulgou relatório de 300 páginas

O Comité de Inteligência da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos acusou o Presidente Donald Trump de ter solicitado interferência externa para aumentar as suas possibilidades de reeleição em 2020, de prejudicar a segurança nacional e ordenar uma campanha “sem precedentes” para obstruir o Congresso.

No relatório de 300 páginas divulgado nesta terça-feira, 3, o Comité, controlado pelos democratas faz acusações sobre amplo abuso de poder e garante que Trump utilizou a ajuda militar americana à Ucrânia e a perspectiva de uma visita à Casa Branca do Presidente daquele país para pressionar Kiev a abrir investigações que poderiam beneficia-lo politicamente.

Inquérito Impeachment/ Impugnação explicado em "bonecos"
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:25 0:00

O Presidente “colocou seus interesses pessoais e políticos acima dos interesses nacionais dos Estados Unidos, procurou prejudicar a integridade do processo eleitoral presidencial norte-americano e colocou em perigo a segurança nacional do país”, lê-se no relatório.

Os democratas, que iniciaram o processo formal de impugnação em Setembro, também acusam Trump de iniciativas “sem precedentes” para obstruir a investigação, incluindo a recusa em providenciar documentos e depoimentos dos seus principais conselheiros, tentativas mal-sucedidas de bloquear autoridades de carreira do Governo de depor e intimidação de testemunhas.

“Donald Trump é o primeiro Presidente na história dos Estados Unidos a tentar uma obstrução completa de uma investigação de impugnação conduzida pela Câmara dos Representantes”, afirma o documento.

O Presidente nega qualquer irregularidade e acusa os democratas de utilizarem o processo de impugnação para reverter os resultados das eleições presidenciais de 2016.

Audiências para destituição do Presidente Trump recomeçam
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:50 0:00

Após a divulgação do relatório, a porta-voz da Casa Branca, Stepanhie Grisham, disse que os democratas liderados pelo presidente do Comité de Inteligência Adam Schiff haviam conduzido uma “farsa de processo unilateral” que havia fracassado em produzir quaisquer evidências de irregularidades cometidas por Trump.

“Esse relatório não reflecte nada além das suas frustrações. O relatório do presidente Schiff parece uma série de divagações de um bloguista num porão, que se esforça para provar alguma coisa quando não há evidências de nada”, concluiu Grisham em nota.

O ponto central do processo de impugnação é o facto de, segundo os democratas, o Presidente americano ter abusado do poder do seu cargo para forçar a Ucrânia a investigar o ex-vice-presidente Joe Biden, um dos principais candidatos à nomeação dos democratas para enfrentar Donald Trump nas eleições presidenciais de 2020.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG