Links de Acesso

Combates na Ucrânia devem intensificar neste fim-de-semana


Uma mulher chegada da fábrica de Azovstal, onde estava abrigada.

As autoridades ucranianas alertaram os seus concidadãos de que as batalhas com as tropas russas provavelmente se intensificarão neste fim-de-semana, antes das comemorações do Dia da Vitória da Rússia na segunda-feira, em celebração ao 77º aniversário da vitória soviética sobre a Alemanha nazista.

O feriado é comemorado em toda a Rússia com desfiles militares.

A Reuters informa que o Presidente russo, Vladimir Putin, enviará uma mensagem "apocalíptica" ao Ocidente em 9 de Maio.

Mulheres soldado ucranianas lutam pelo seu país e pela igualdade entre os seus pares
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:47 0:00

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse na sexta-feira que a Rússia não tem intenção de implantar armas nucleares tácticas na Ucrânia.

"A Rússia segue firmemente o princípio de que não pode haver vencedores numa guerra nuclear, e ela não deve ser desencadeada", disse Alexei Zaitsev.

Oficiais ucranianos do conselho de segurança nacional do país disseram na sexta-feira que o Dia da Vitória pode significar mais bombardeios em partes da Ucrânia.

"Como as tropas russas não se podem gabar de nenhuma conquista significativa na frente até ao Dia da Vitória, o risco de bombardeios maciços de cidades ucranianas nos dias de hoje está a aumentar", escreveram as autoridades no Facebook.

A Ucrânia alertou seus cidadãos para se protegerem quando ouvirem sirenes de ataques aéreos e evitarem grandes aglomerações devido ao aumento esperado nos ataques russos.

Na manhã de sábado, no entanto, as forças de Putin ainda não tinham conseguido tomar o controle da fábrica siderúrgica em Mariupol dos combatentes ucranianos.

Depois de 2 meses em bunker numa fábrica, ucranianos encontram refúgio em Zaporizhzhia
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:41 0:00

Mais civis foram resgatados dos túneis dentro da fábrica na sexta-feira, à medida que os ucranianos se escondiam no amplo complexo para impedir a tomada completa da cidade portuária estratégica por Moscovo.

A vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk, disse que 50 civis foram retirados da fábrica na sexta-feira. Onze deles eram crianças, de acordo com o Centro Interdepartamental de Resposta Humanitária da Rússia.

Mariupol é uma cidade reduzida a ruínas pelo ataque russo. Cerca de 2.000 combatentes ucranianos, pela estimativa mais recente da Rússia, estão escondidos num vasto labirinto de túneis e bunkers sob a siderúrgica Azovstal e recusaram-se repetidamente a render-se.

As autoridades locais em Mariupol acusaram as forças russas na sexta-feira de disparar contra um carro que viajava para evacuar civis das grandes siderúrgicas, matando um combatente e violando um acordo de cessar-fogo, informou a Reuters.

A Casa Branca disse na sexta-feira que o Presidente dos EUA, Joe Biden, e outros líderes do G-7 terão uma reunião virtual no domingo com o Presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas adoptou uma resolução unânime na sexta-feira em apoio a uma solução diplomática para a crise na Ucrânia, a primeira declaração desse tipo do Conselho de Segurança desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em 24 de Fevereiro.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG