Links de Acesso

Cólera causa um morto em Cabinda


Há mais 13 casos, mas responsável provincial de saúde diz que situação está controlada

A província de Cabinda registou um morto e 13 casos de cólera, anunciou nesta quarta-feira, 7, a secretária provincial da Saúde em Cabinda, Maria Carlota Tati, com base em resultados laboratoriais.

Tati, no entanto, desse que a situação está controlada em virtude de os casos estarem confinados a três bairros da capital.

O primeiro caso suspeito foi registado a 20 de Fevereiro deste ano, no Hospital Provincial de Cabinda.

Citada pela Angop, a secretária provincial da Saúde revelou que equipas de vigilância estão a desinfectar as cacimbas e a distribuir gratuitamente comprimidos para o tratamento de água para consumo, bem como educar e sensibilizar os moradores sobre medidas de prevenção contra a cólera.

Depois de Uíge, com centenas de casos de cólera desde o fim do ano passado, Cabinda é a segunda província angolana a registar a doença.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG