Links de Acesso

Cimeira Trump-Kim termina sem acordo


Kim Jong-un e Donald Trump suspenderam conversas antes do tempo

A cimeira entre o Presidente americano, Donald Trump, e o líder coreano, Kim Jong-un, terminou sem acordo nesta quinta-feira, 28, em Hanói, capital do Vietname, e antes do previsto.

Em conferência de imprensa, Trump afirmou que Kim exigiu o fim de todas as sanções impostas, o que ele não podia aceitar.

"Tínhamos os documentos prontos para serem assinados, mas prefiro fazer do jeito certo do que fazer a correr", acrescentou o Presidente americano, para quem “há que se estar preparado para deixar as coisas acontecer".

Entretanto, Trump descreveu as conversações de Hanói como “produtivas” e disse acreditar que as duas partes acabarão “por chegar a um acordo sobre a desnuclearização da Coreia do Norte.

Apenas Donald Trump falou com jornalistas após o fim da cimeira, mas antes Kim Jong-un tinha dito que foi a Hanói pronto para aceitar a desnuclearização desde que houvesse um afrouxamento das sanções.

Sobre a mesa de negociações, os Estados Unidos queriam o desmantelamento completo do Complexo de Yongbyon, a base nuclear considerada chave para a Coreia do Norte.

A este propósito, Trump disse que Kim “quer desnuclearizar, mas ele quer fazer isso somente nas áreas que consideramos menos importantes".

No final do encontro o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, considerou que Kim "não estava preparado" para responder às exigências dos Estados Unidos e lembrou que “essas negociações levam tempo".

Diante do impasse, Donald Trump e Kim Jong-un deixaram a reunião mais de uma hora antes do previsto e foi cancelado o almoço entre as duas delegações.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG