Links de Acesso

Cidadãos moçambicanos vão ter acesso a acções da Hidroeléctrica de Cahora Bassa


Filipe Nyusi disse que 7,5 por cento das acções serão colocados na bolsa

O Estado moçambicano vai abrir a estrutura accionista do capital da Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) em bolsa para permitir a participação dos cidadãos.

"Além do Estado e outros accionistas que já nela se encontram, a HCB passará a ter também como acionistas, cidadãos moçambicanos", revelou o Presidente Filipe Nyusi na segunda-feira, 27.

Para Nyusi, o montante de 7,5 por cento do total das acções a ser disponibilizado ao público é "mais um acto de inclusão e transparência".

A HCB é detida a 85 por cento pelo Estado moçambicano e em 2016 produziu 15 mil gigawatts de energia, contra 17 mil gigawatts em 2015, devido à seca severa que tem afectado a região.

Para este ano, a previsão é ainda menor, mas ligeiramente acima dos 14mil gigawatts.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG