Links de Acesso

Chefe do Grupo Wagner diz que é hora do 'fim firme' da guerra na Ucrânia


 Yevgeny Prigozhin
Yevgeny Prigozhin

O chefe do Grupo Wagner quer que a Rússia saia da Ucrânia. Chegou a hora de um “fim firme” para a guerra na Ucrânia, postou Yevgeny Prigozhin no Telegram, na sexta-feira.

“O governo e a sociedade russa agora precisam de um fim firme” para a guerra na Ucrânia (...) a Rússia alcançou os resultados que queria" e "erradicou a maior parte da população masculina activa da Ucrânia e intimidou o resto", disse Prigozhin sem mencionar nenhum dos triunfos da Ucrânia sobre a Rússia.

Prigozhin disse que as forças russas devem agora “segurar a vida nos territórios que já temos”.

O Grupo Wagner forneceu mercenários para a Rússia na invasão da Ucrânia.

Entretanto, pelo menos, oito pessoas morreram e 21 ficaram feridas, na sexta-feira, num ataque aéreo russo na cidade de Sloviansk, no leste da Ucrânia, a noroeste de Bakhmut.

O governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, disse à televisão nacional que sete mísseis foram disparados contra a cidade.

De acordo com a polícia nacional ucraniana, mísseis S-300 atingiram 10 prédios de apartamentos e outros locais.

Fórum

XS
SM
MD
LG