Links de Acesso

Casa Branca rejeita propostas de democratas para abrir o Governo


Trump e líderes do congresso voltam a reunir-se

Democratas querem aprovar dois projectos mas sem cinco mil milhões de dólares para a construção do muro

O Presidente americano Donald Trump convidou líderes democratas e republicanos do Congresso para o que a Casa Branca classificou de "briefing sobre segurança na fronteira" nesta quarta-feira, 2, visando a reabertura do Governo que se encontra parcialmente fechado há 12 dias.

O líder dos republicanos no Senado, Mitch McConnell, deve comparecer à sessão, mas, até agora desconhece-se se o líder dos democratas no Senado, Chuck Schumer, ou na Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, estarão no encontro.

A partir de amanhã, os democratas passam a controlar aCâmara dos Representantes e pretendem votar dois projectos que garantiriam a abertura de algumas agências do Governo até o final de Setembro, enquanto o orçamento do Departamento de Segurança Interna, responsável pelas fronteiras, seria discutido até 8 de Fevereiro.

No encontro desta quarta-feira, 2, membros do Departamento de Segurança Interna vão dar informações aos líderes do Congresso.

A Casa Branca, entretanto, já rejeitou a proposta dos democratas.

“O plano de Pelosi é inaceitável porque não financia a nossa segurança interna nem mantém famílias norte-americanas a salvo do tráfico de pessoas, drogas e do crime”, disse a secretário de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, em comunicado.

Trump continua comprometido com “um acordo que reabra o Governo e mantenha os norte-americanos seguros”, reiterou.

No Senado, Mitch McConnell avisou que os republicanos não aprovarão uma medida de gastos que Trump não apoia.

O Governo está parcialmente paralisado há 11 dias, com cerca de 800 mil funcionários públicos a trabalhar, sem a garantia de quando poderá receber os seus salários.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG