Links de Acesso

CAN 2021: Técnico cabo-verdiano diz manter identidade mas Burkina Faso exige adaptações


Humberto Bettencourt, treinador-adunto da selecção cabo-verdiana de futebol, Yaoundé, 8 Janeiro 2022

Humberto Bettencourt assume comando dos Tubarões Azuis porque treinador principal continua em Cabo Verde infectado com a Covid-19

O treinador adjunto da selecção cabo-verdiana de futebol está a horas de poder fazer história, caso vencer o Burkina Faso e passar à fase seguinte do Campeonato Africano de Nações (CAN 2021), nessa condição que lhe foi imposta pela pandemia.

Humberto Bettencourt assumiu o comando dos "Tubarões Azuis" em Youndé, em virtude de o treinador principal Pedro Brito “Bubista”, ter dado positivo à Covid-19 e continuar em Cabo Verde.

CAN 2021: Técnico cabo-verdiano diz manter identidade mas Burkina Faso exige adaptações - 2:00
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:36 0:00

“Encaramos o jogo da mesma forma que temos vindo a fazer, respeitando o adversário, mas o objectivo é sempre vencer, e o jogo de hoje não fugirá à regra”, afirma Bettencourt à VOA, a partir de Yaoundé, antes do segundo jogo de Cabo Verde nesta quinta-feira, 13.

Questionado se vai mexer na equipa e no sistema de jogo para o confronto contra os “Garanhões”, nome pelo qual é conhecida a selecção burquinabe em referência aos cavalos machos”, o técnico cabo-verdiano diz que é obrigado a mexer na equipa porque um atleta que jogou contra a Etiópia está infectado com a Covid-19, mas que a identidade de jogo será mesma.

“Nós não mexemos naquilo que é a nossa identidade de jogo, mas o adversário tem características totalmente diferentes da Etiópia, e por isso o jogo irá pedir-nos coisas diferentes, daí que a questão tactico-estratégica sofrerá algumas alterações impostas pelas características do adversário e o próprio jogo”, garante Humberto Bettencourt.

Por seu lado, o treinador do Burkina Faso, Kamou Malo, que regressa à equipa após alguns dias de ausência devido à Covid-19, disse, em declarações ao site da Confederação Africana de Futebol, que “vamos jogar com todas as nossas forças para vencer este jogo e ir o mais longe possível”.

No outro jogo do Grupo A, Camarões enfrentam a Etiópia.

Mais sobre o CAN 2021

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG