Links de Acesso

Caça ao voto aumenta de intensidade em Kwanza Sul

  • Fernando Caetano

Sumbe

Os partidos políticos desdobram-se em contactos na província angolana de Kwanza Sul na caça ao voto para as eleições de 23 de Agosto.

A província tem mais de 1500 mesas de votos já instaladas.

Para o secretário provincial da UNITA, Armando Kakepa, o sucesso das eleições passa pela tolerância e liberdade de opiniões.

“A primeira questão é sermos angolanos, por isso cada um seja de que partido for deve fazer o seu trabalho político como tal e pedimos mesmo que haja essa tolerância de opiniões e liberdade de opiniões”, defende Kakepa, para quem “cada um é livre, se entende votar para o MPLA deve votar, quer votar para a UNITA”.

Aquele responsável alerta para a necessidade de votar com objectivo.

Por seu lado, o secretário provincial da CASA-CE sustenta que a vitória da coligação está assente na caça ao voto no meio rural.

“Olhando pelos resultados do censo, 62% da população vive no meio rural e apenas 38% vive no meio urbano. Então, essa é a maior preocupação que a CASA-CE é o meio rural”, sustenta.

Entretanto, no terreno a luta é intensa.

Acompanhe a reportagem:

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG