Links de Acesso

MPLA e CASA-CE no terreno

Os partidos e coligações de partidos políticos na Huíla intensificam a caça ao voto à medida que se aproximam as eleições de 23 de Agosto.

Depois de ter percorrido 10 dos 14 municípios que compõem a província em pré-campanha, o secretário executivo da CASA-CE na Huíla, Serafim Simeão, concluiu existir ainda um elevado ambiente de intolerância no interior.

Para Serafim Simeão nalguns casos são mesmo os administradores municipais que nas vestes de primeiro secretário do MPLA, promovem o ambiente de intolerância política.

“Uns administradores talvez não saibam bem o seu papel, não foram todos, mas aqueles que encontramos problemas de intolerância porque o soba não aceita a bandeira da aldeia porque acha que aquilo é do MPLA então não sabem o seu papel e muitos dos quais até são mesmo os administradores que incentivam este caso”, denuncia Simeão.

Em Quilengues, num dos municípios do noroeste da Huíla, o administrador e primeiro secretário do MPLA, Armando Vieira, prefere destacar a vitalidade do partido na circunscrição para augurar bons resultados nas eleições de 23 e Agosto.

“O meu partido é o que tem o melhor programa. Quilengues é a praça-forte do MPLA os militantes aqui estão unidos os militantes estão prontos a contribuir para a vitória do camarada João Lourenço e do MPLA em Quilengues”, garantiu o líder do partido no poder na Huíla.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG