Links de Acesso

Cabo Verde quer apetrechar a Guarda Costeira


Forças armadas de Cabo Verde

Recentemente, Estados Unidos ofereceram cinco lanchas à polícia marítima cabo-verdiana.

O ministério de Defesa de Cabo Verde apresentou a bem poucos dias, o plano estratégico de desenvolvimento da Guarda Costeira para o período 2017/27.

A Guarda Costeira deve ser apetrechada com seis lanchas de intervenção rápida, três patrulhas de fiscalização costeira, duas patrulhas de fiscalização oceânica e um navio polivalente logístico.

Cabo Verde quer apetrechar a Guarda Costeira
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:39 0:00

O equipamento consta do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Guarda Costeira, recentemente apresentado pelo ministério da Defesa.

O plano cobrindo 2017-2027 inclui meios aéreos, nomeadamente duas unidades de patrulha e vigilância, uma de transporte e dois helicópteros.

Além de meios meios terrestres, o sector pretende reforçar os recursos humanos.

O ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares pediu apoio de parceiros internacionais para a implementação do plano que acaba de apresentar.

O antigo chefe de estado-maior general das Forças Armadas diz que o plano é ambicioso, e agora importa encontrar meios financeiros para a sua operacionalização.

Antero Matos afirma que há muito tempo que essas necessidades estavam identificadas, mas sempre vinha ao de cima a questão de meios financeiros para se avançar com o projecto.

“Penso que um país que possui mais território marítimo que o terrestre como é o nosso caso, sem esquecer a nossa posição geoestratégica, deve ter uma Guarda Costeira bem estruturada e apetrechada, por isso faço votos que o Governo consiga idealizar o plano ora apresentado”, afirma Matos.

Os Estados Unidos têm sido parceiros do arquipélago em matéria da defesa e segurança, tendo recentemente oferecido cinco lanchas à polícia marítima cabo-verdiana.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG