Links de Acesso

Cabinda: Centenas de alunos recusam escola sem tecto


Um realidade em Angola

Secretário provincial da Educação Casemiro Congo reuniu-se com a direcção da escola e pais para encontrar uma solução

Mais de 700 alunos no município de Belize, na província angolana de Cabinda estão sem aulas neste ano lectivo porque a escola que frequentam está sem tecto há quase um ano.

Os pais não querem que os seus filhos continuem a estudar nessas condições.

Cabinda: Alunos recusam continuar em escola sem tecto - 2:01
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:01 0:00

Desde que a chuva de Abril do ano passado arrastou consigo toda a cobertura de chapas da principal escola do municipio de Belize, os alunos foram tendo aulas em salas a céu aberto, até ao fim do ano transacto.

Com o arranque do ano lectivo no mês passado, a direcção da escola pretendia novamente que os alunos continuassem as aulas sem tecto, mas foi rejeitado pelos encarregados de educação.

Alexandre Kuanga Nsitu, da Associação Cívica e Cultural e Direitos Humanos de Cabinda, diz não perceber como a administração do Governo não consegue repor uma situação que se arrasta há quase um ano.

"É inadmissível que uma escola pública que perdeu as chapas de cobertura desde Abril do ano de 2017 e até hoje não se consegue repor a situação”, disse Nsitu.

“Esta é a principal escola pública do município de Belize e os alunos correm o risco de ficar sem estudar ,este ano lectivo”, acrescentou o activista, revelando ainda que “muitos estão a levantar os seus processos para irem a escolas noutras comunidades distantes do local de residência"

O secretário provincial de Educação e Cultura de Cabinda, Casemiro Congo, reuniu-se na segunda-feira, 5, com a direcção da escola e encarregados de educação para tentar encontrar uma solução para evitar que os mais de 700 alunos repartidos em dois turnos fiquem sem estudar neste ano lectivo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG