Links de Acesso

CA da LAM exonerado


Avião da LAM

A gota que fez transbordar o copo foi a suspensão de voos por falta de combustível

Os accionistas das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) exoneraram os membros do Conselho de Administração da LAM e criaram uma Comissão de Gestão para assegurar o funcionamento normal da empresa.

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, 5, o Instituto de Gestão das Participações do Estado (IGEPE) acrescentou que as decisões foram tomadas pela Assembleia-Geral Extraordinária, reunida hoje.

A decisão ocorre um dia depois de mais de 300 passageiros terem sido impedidos de viajar pela companhia de bandeira por falta de combustível para as aeronaves.

Limitações financeiras foram apontadas como causas pelo cancelamento dos voos.

Na quarta-feira, o o ministro dos Transportes e Comunicações confirmou a ocorrência do que chamou “distúrbios de gestão" da companhia, sem, no entanto, se referir aos montantes envolvidos na dívida que a LAM tem perante fornecdores.

Mesquita garantiu que as partes já estão a realizar reuniões de reconciliação de contas, visando o restabelecimento do fornecimento do combustível necessário para a retoma e normalização dos voos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG