Links de Acesso

Brasileiros comentam o que esperam para o país após o carnaval


carnaval Amigos da Onça, Rio de Janeiro, Brasil. Fev 2018

A maior parte da população espera que todas as questões sejam enfrentadas com optimismo pelos gestores, apesar do histórico ineficiente de ações benéficas ao povo.

Os brasileiros esperam que o país comece a solucionar os seus graves problemas após o término do carnaval. E são muitos, como as deficiências na política, as más administrações governamentais, os recorrentes casos de corrupção, a crise econômica e, consequentemente, os mais de 12 milhões de desempregados.

A maior parte da população espera que todas as questões sejam enfrentadas com optimismo pelos gestores, apesar do histórico ineficiente de ações benéficas ao povo.

A Voz da América conversou com a população. Apesar das dificuldades, há um fio de esperança para muitos.

As tomadas de decisões dos gestores no país comumente começam a ser feitas após os recessos de fim de ano e a passagem do carnaval. Período de longo recesso no congresso e nas assembleias legislativas.

Para o sinalizador de trânsito, Willian Vieira Reis, não da mais para o Brasil ficar como está atualmente. “Espero que essa corrupção que está demais no país reduza. Chega de políticos incompetentes, precisamos reverter essa situação”, disse.

Robson Alves da Silva, técnico em transporte de trânsito, sabe que uma mudança profunda levará anos. “Tenho essa consciência, mas pelo menos que alguma medida em benefício do povo seja tomada rapidamente. Não podemos perder a fé. Temos que acreditar que teremos ainda um país melhor para viver”, ressaltou.

Brasileiros comentam o que esperam para o país após o carnaval
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:50 0:00

O administrador de empresa Bruno Neves acredita que se nada for feito o melhor a se fazer é deixar o Brasil. “Eu espero mais honestidade de todos para conseguirmos enfrentar os problemas e fazer o país crescer. Tomara que no fim do ano nas eleições tenhamos uma mudança profunda na política. Chega dos mesmos nomes. A esperança é essa senão temos que ir embora”, afirmou.

O serralheiro Carlos Alberto acha difícil uma mudança na política. Apesar dos problemas ele reage com bom humor. “Tem que melhorar tudo, mas está difícil. Acabar com a corrupção é difícil, é pior do que acabar com a cura da aids”.

A funcionária pública Maria das Graças Franca espera mais promessas falsas por parte dos políticos. “Vai ser pão e circo pra todos, futebol e eleição. Estou desiludida”, disparou.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG