Links de Acesso

Brasileiro condenado na Espanha por pertencer a célula ligada ao Estado Islâmico


Mais nove elementos foram condenados a penas que chegam a 12 anos de prisão

O brasileiro Kaique Luan Ribeiro Guimarães foi condenado na terça-feira, 10, a oito anos de prisão por um tribunal espanhol, juntamente com mais nove pessoas, a quem a polícia da Catalunha acusou de integrar uma célula islâmica ligada ao Estado Islâmico.

Guimarães tinha sido preso em 2015 na Bulgária por suspeita de união com o grupo extremista.

Os demais membros do grupo são cinco marroquinos e quatro espanhóis e receberam penas de prisão que chegam a 12 anos.

A GloboNews revelou que Kaique Luan Ribeiro Guimarães estava a tentar atravessar a fronteira da Turquia para chegar à Síria, quando foi detido.

Ele foi seguido pela polícia da Catalunha que tinha indícios de que Guimarães tinha ligações com uma célula do Estado Islâmico.

A mãe do brasileiro disse àquele programa da rede Globo que vai recorrer e que acredita na versão do filho, de que ele estava de férias na Turquia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG