Links de Acesso

Boris Johnson, novo primeiro-ministro britânico


Promete concluiu o Brexit a 31 de Outubro

O antigo ministro das Relações Exteriores do Reino Unido e ex presidente da câmara munipal de Londres, Boris Johnson, será o próximo primeiro-ministro depois de ter sido eleito nesta terça-feira, 23, por pouco mais de 92 mil votos dos membros do Partido Conservador, contra cerca de 46 mil do seu adversário, Jeremy Hunt.

No seu discurso de vitória, Johnson prometeu “unir esta maravilhosa nação” e garantiu que o Brexit, ou seja a saída da União Europeia, será concluída a 31 de Outubro, a data limite.

"Hoje neste momento crucial da nossa história temos de conciliar dois tipos de instintos", disse Boris Johnson, referindo que esses se situam entre a "amizade" com os aliados europeus e "um desejo simultâneo por um auto-governo democrático neste país", e refutou a ideia de os dois serem "irreconciliáveis".

"Vamos energizar este país!", continuou, rematando que "a campanha terminou e o trabalho começa agora".

Johnson lançou a sua campanha depois da primeira-ministra Theresa May ter renunciado ao cargo em Maio, devido ao fracasso nas negociações do seu projecto de Brexit – aprovado pela União Europeia – com o Parlamento britânico.

O plano foi votado e rejeitado três vezes, mesmo com alterações e concessões.

Boris Johnson, que foi um dos chefes da campanha a favor do Brexit antes do referendo de 2016, chegou a votar a favor do projecto de May em Março, mas depois recuou.

Na quarta-feira, 24, Theresa May entregará formalmente à Rainha Isabel II o pedido de demissão para dar lugar ao sucessor, Boris Johnson, que, pouco depois, será convidado a formar o novo Governo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG