Links de Acesso

BM congratula-se com responsabilização financeira dos gestores envolvidos do caso das "dívidas ocultas"


Embarcações da Ematum, uma das empresas envolvidas

"Passo importatantíssimo", disse o responsável em Moçambique

O director do Banco Mundial para Moçambique considerou um passo importantíssimo a responsabilização financeira dos gestores das empresas envolvidas no caso conhecido por “dívidas ocultas”.

"Nós vemos esse tipo de seguimento como importante. É um bom passo que deve ser seguido por outros a curto prazo", afirmou nesta quarta-feira, 7, em Maputo Mark Lundell, acrescentando tratar-se de um tipo de decisões com capacidade para "estabelecer boas perspectivas para a cooperação internacional de todos os lados".

A reacção de Lundell surge depois de a Procuradoria da República ter enviado ao Tribunal Administrativo um pedido de responsabilização financeira dos gestores das empresas públicas que contraíram a dívida oculta de dois mil milhões de dólares.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG