Links de Acesso

Bloco Democrático e Pra-Já confiantes que UNITA irá revalidar decisões de Adalberto Costa Júnior


Da esquerda para a direita: Abel Chivukuvuku, Adalberto Costa Júnior, Filomeno Vieira Lopes - apresentação da Frente Patriótica Unida. Luanda, Angola. 5 de Outubro 2021

Aquelas formações e UNITA integram a Frente Patriótica Unida

O presidente do Bloco Democrático, Filomeno Vieira Lopes manifestou optimismo em que o próximo congresso da UNITA irá reafirmar decisões tomadas durante a presidência de Adalberto Costa Júnior que resultaram na formação da Frente Patriótica Unida (FPU) que engloba esses dois partidos e ainda o projecto Pra Já Servir Angola

BD e Pra Já confiantes na continuação da Frente Patriótica -2:08
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:07 0:00

“Muitas decisões que foram tomadas no âmbito da presidência de Adalberto, serão validadas, as coisas serão normais e estarão mais formalizadas no congresso”, disse Vieira Lopes, quem acrescentou que todas as três organizações têm “uma boa capacidade de combate aos impedimentos que estão e vão continuar a ser criados”.

Questionado sobre como travar tais impedimentos, o economista diz que cada caso terá a sua resposta.

“Temos princípios e contamos com a vontade política de alternância, irmanados com a vontade popular e saberemos dar respostas a todas as situações”, prometeu Vieira Lopes.

A mesma opinião tem o representante do projecto Pra-Ja - Servir Angola, liderado por Abel Chivukuvuku, na província de Benguela, Hélder Correia, quem prefere, entretanto, destacar a importância histórica da FPU.

“Pela primeira vez na história do nosso país, líderes de proa de determinadas organizações decidem andar juntos, e não assistirmos à luta de 1975, em que não se sabia quem ficaria na linha da frente, se Agostinho Neto, Jonas Savimbi ou Holden Roberto”, disse Correia, acrescentando que “o mais importante é remover o MPLA do poder, colocar gente mais capaz e comprometida com o povo”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG