Links de Acesso

Bissau : A tão esperada e polémica remodelação governamental


Edifício da Assembleia Nacional da Guiné-Bissau

Não há muitas novidades no novo executivo

O Presidente de Transição publicou esta quinta-feira o decreto presidencial que procede a tão esperada e polemica remodelação governamental.

O novo executivo tem 34 pastas, entre as quais, 19 Ministros e 15 Secretarias de Estado.

Seja como for… não há muitas novidades no novo executivo, encarregue de organizar as eleições gerais previstas para Novembro deste ano.

please wait
Embed

No media source currently available

0:00 0:00:38 0:00
Faça o Download

De citar, contudo, a exoneração do titular da pasta dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional, Faustino Fudut IMBALI, considerado um dos Ministros com menos desempenho, quando o país precisava sacudir a pressão internacional e reunir uma maior simpatia da Comunidade Internacional.

Fernando Delfim da Silva, académico e em tempos, Ministro da Educação, é o novo Chefe da Diplomacia guineense.

Uma das exonerações que também se pode destacar é a do Ministro das Finanças, Abubacar Demba Dahaba, que para seu cargo foi promovido o seu Secretário de Estado do Tesouro, Higino Mendes.

Para a Defesa e Interior, pastas sob cuidado dos militares, não se registaram movimentações. Celestino Carvalho e António Suca INTCHAMA, respectivamente, mantem-se nas suas funções.

O novo Governo foi ainda esta manhã empossado pelo Presidente de Transição, Manuel Serifo Nhamadjo. Serifo Nhamadjo.

A composição do novo Executivo resultou de acesas e perduráveis negociações entre os actores políticos guineenses que, finalmente, chegaram a um entendimento, resultando na presente remodelação.
XS
SM
MD
LG