Links de Acesso

Bento Kangamba libertado com termo de identidade e residência


Bento Kangamba

O general angolano Bento dos Santos Kangamba, detido no sábado, 29, na província de Cunene, acusado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de burla por defarudação, foi libertado nesta segunda-feira, 2 de Março, sob termo de identidade e residência.

Kangamba foi interrogado durante cerca de duas horas na Direção Nacional de Investigação e Ação Penal da PGR, antes de receber a medida de coação.

Empresário, genro do antigo Presidente, membro do Comité Central do MPLA e durante o consulado de Santos, particularmente nos últimos anos, responsável pela mobilização do partido em Luanda, Bento dos Santos Kangamba responde a um processo movido pelos cidadãos Bruno Gerardin e Teresa Gerardin , que emprestaram ao empresário, em 2017, 15 ,milhões de dólares.

No ano passado, com o atraso do general em pagar a última tranche do empréstimo, o casal levou Kangamba ao tribunal, que ordenou, em Novermbro, o arresto de alguns dos prédios rústicos e carros.

Na sexta-feira, 28, a DNAIP intimou Kangamba para se apresentar na PGR no dia próximo dia 5, mas foi detido no sábado, 28, alegadamente por tentar fugir para Namíbia.

A defesa do general desmentiu essa versão e disse que Kangamba deslocava-se de Cunene para Namibe.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG