Links de Acesso

Autoridades angolanas prosseguem investigação a advogado Walter Tondela


Walter Tondela

Advogado é acusado de faltar ao respeito a um juiz que foi subsquentemente criticado pelo Tribunal Supremo

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) de Angola ouviu Segunda-feira no departamento de crimes selectivos vários activistas na investigação de uma queixa crime contra o advogado Wlter Tondela que foi acusado por um juiz de desrespeitar um tribunal.

Activistas interrogados em processo contra advogado - 2:21
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:21 0:00

Tondela foi um dos advogados dos 17 activistas que foram amnistiados depois de terem sido condenados por esse tribunal a penas de prisão por crime de rebelião, tentativa de golpe de estado e associação de malfeitores.

Tondela responde a um processo-crime apresentado pelo juiz do Tribunal Provincial de Luanda, Januário Domingos José, por alegada falta de respeito àquele tribunal.

Em processo número 551/016-06, aberto pelo Departamento de Crimes Selectivos, dos Serviços de Investigação Criminal, ouviu Albano BinguBingu, Arante Kivuvu, Laurinda Goveia e Nito Alves.

Este ultimodisse que na sua audiência de cerca de 50 minutos o instrutor do processo queria saber se o Advogado Walter Tondela faltou respeito ao Juiz Januario Domingos José.

Nito disse ter respondido que já não se lembra das palavras naquele julgamento.

Laurinda Gouveia outra activista ouvida Segunda-feira afirma que lhe foi tambem perguntado se Walter Tondela havia faltado respeito ao juiz Januário Domingos José.

O insulto teria ocorrido quando o juiz não aceitou o pedido de soltura, na altura, feito pelo Tondela de Osvaldo Caoholo único militar do processo.

O advogado Walter Tondela, ainda não se pronunciou sobre o referido processo.

O juiz Januário Domingos José foi duramente criticado pelo Tribunal Supremo, que colocou em liberdade os 17 activistas que mais tarde todos amnistiados por iniciativa da presidência.

XS
SM
MD
LG