Links de Acesso

Atrasos burocráticos prejudicam porto do Lobito


Porto do Lobito, Benguela

Despachantes oficiais alertam para debilidades na máquina administrativa

Reaberta a ligação ferroviária Angola/República Democrática do Congo, despachantes oficiais alertam para debilidades na máquina administrativa das empresas do corredor de desenvolvimento do Lobito, em Benguela, convictos de que a falta de celeridade continuará a afugentar homens de negócios.

Atrasos na chegada de locomotivas e na publicação de tarifas têm prejudicado o negócio, disseram despachantes.

Inefeciencia atrasa contractos para o porto do Lobito - 1:31
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:31 0:00

O despachante Manuel da Costa Lobo, criticou ao atraso na divulgação de tarifas que, segundo disse esta a levar ao cancelamento de contactos

’Infelizmente, e até ao momento, não tivemos estes cálculos por forma a entregarmos aos clientes. Os processos foram morosos, e os clientes desistiram. Se não for rápido, não convencemos os empresários e, por conseguinte, não colocamos o corredor em funcionamento’’, advertiu.

Outro despachante concordou afirmando que ‘’os prestadores de serviço, para fazerem propostas a nível contratual, devem possuir o tarifário, é a coisa básica’’.

Em resposta às inquietações o presidente do Conselho de Administração do CFB, Luís Teixeira, disse que as tarifas foram actualizadas que podem ser consultadas sem problemas.

Outro problema é que já deveriam ter chegado do Canadá várias locomotivas para serem usadas no transporte de mercadorias de e para o Congo Democrático

‘’Neste momento estamos em plenas condições de fazer a transportação deste material circulante (do Canadá)”, disse Luís Teixeira.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG