Links de Acesso

Atirador mata pelo menos 50 pessoas e deixa mais de 200 feridas em Las Vegas

  • Redacção VOA

Serviços de emergência chegaram de todas as partes

É o maior ataque a tiros da história dos Estados Unidos

Um homem armado matou 50 pessoas e deixou mais de 200 feridas ao atirar contra uma multidão que assistia a um festival de música country em Las Vegas na noite de domingo, 1.

A polícia descreveu o suspeito, Stephen Paddock, de 64 anos, morto mais tarde, como um morador de Las Vegas, que agiu sozinho e que não acredita-se estar ligado a nenhum grupo radical, revelou o chefe de polícia do condado de Clark, Joseph Lombardo.

“Nós não temos nenhuma ideia de qual era o sistema de crenças dele”, disse Lombardo. “Agora, nós acreditamos que ele era o único agressor e que a cena está estável”.

Lombardo disse que são falsos os rumores sobre outros ataques a tiros ou com explosivos, como carros-bomba, na área.

A área em torno da casa do atirador Stephen Paddock, na cidade de Mesquite, Nevada, foi bloquada pela polícia local, que deteve uma companheira dele e dois carros.

O Presidente Donald Trump escreveu um tweet em que disse envia condolências às famílias das vítimas.

Vídeos feitos durante o ataque mostram as pessoas a fugir em pânico enquanto o homem continuava a disparar.

Os casinos, discotecas e lojas de Las Vegas atraem cerca de 3,5 milhões de turistas todos os anos, e a área estava cheia de visitantes quando o ataque começou, por volta das 22 horas locais.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG