Links de Acesso

Associações de ensino divergem quanto ao reinício do ano letivo em Angola


Sala de aulas em Angola

Associações ligadas ao sistema de ensino em Angola têm opiniões contrárias sobre o reinício das aulas anunciado pelo Governo para o dia 13 de julho.

Enquanto o Sindicato dos Professores (Sinprof) defende o regresso às aulas apenas em setembro, o presidente da Associação Nacional do Ensino Particular diz ter tudo preparado para o arranque e o Movimento dos Estudantes Angolanos alerta que falta tudo nas escolas, principalmente meios de biossegurança e água corrente.

As escolas do ensino privado dizem-se prontas para o reinício das aulas a 13 de julho, garante António Pacavira, presidente da Associação Nacional do Ensino Particular.

“Nós começamos a nos preparar há um mês e estamos prontos, temos apenas dois colégios com mais de 45 alunos por sala”, assegura.

Entretanto, Francisco Teixeira, presidente do Movimento dos Estudantes Angolanos, acusa as autoridades angolanas de não velarem pelas suas responsabilidades nas escolas e afirma que as instituições de ensino não têm meios de biossegurança nem água potável, além da superlotação, com mais de 100 alunos por sala.

“Não sei onde é que estes dirigentes tiram isso, é que temos escolas em que crianças de 9 e 10 anos limpam os quartos de banho, além de salas com mais de 100 alunos”, exemplifica Teixeira.

A mesma opinião tem Guilherme Silva, presidente do Sinprof, que defende o reinício das aulas só em setembro.

“O que deve estar por trás desta pressa é o lucro porque a maioria dos dirigentes do sistema do ensino são donos dos colégios”, acusa Silva.

O Ministério da Educação indicou em nota na semana passada que o primeiro trimestre vai de 13 de julho a 28 de agosto e o segundo de 31 de agosto a 31 de dezembro.

Em condições normais, o ano letivo tem duração de 180 dias letivos, mas, no contexto atual, terá 126 dias, correspondendo a 70 por cento de conteúdos a ministrar.

O MED afirmou que as turmas deverão ser divididas em duas, com duas horas e meia de aulas por grupo.

As turmas do ensino primário e I ciclo do ensino secundário (de 60 alunos), cujas aulas começam a 27 de Julho, estarão divididas em dois turnos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG