Links de Acesso

Archer Mangueira "varre" a Bibala


Archer Mangueira Governador da Província do Namibe, confirmou a suspensão de 11 gestores públicos do município agrícola da Bibala.

Archer Mangueira suspende 11 funcionários no Namibe - 2:19
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:19 0:00

Falando aos orgãos de informação Mangueira disse que “tendo havido suspeitas de irregularidades nos processos de concursos, o governo do Namibe entendeu por bem abrir um processo disciplinar e para também facilitar o trabalho de investigação durante o processo, os funcionários que integravam a comissão de avaliação do projecto foram suspensos”.

Mangueira não deu outros pormenores afirmando que isso compete agora à procuradoria geral da República.

Anteriormente o administrador municipal da Bibala, na província angolano do Namibe, Tchinanga Khole, tinha sido exonerado na semana passada, e constituído arguido nesta terça-feira, 25, por gestão danosa do Projecto de Intervenção Integrada nos Municípios (PIIM), revelou Pedro Serra, Procurador da República junto do SIC-Namibe.

Além dele, está igualmente indiciado por peculato o administrador municipal adjunto para a área económica e financeira e alguns supostos empreiteiros.

O líder da UNITA na Bibala Armando Barata disse ter chegado a altura de se p termo à corrupção naquele região, afirmando que o seu partido já tinha por várias vezes chamada a atenção das autoridades para o fato mas sem qualquer sucesso.

“Nós várias vezes chamamos a atenção (para) obras com orçamentos escandalosos, (como) cento e tal milhões de kwanzas por uma escola de duas salas”, disse o político da UNITA. AC

Joaquim Tomás, soba da localidade do Tchicolonjilo, Município da Bibala aplaudiu as medias afirmando que deve haver justiça contra aqueles que “desviam os bens do povo”.

Para André Kamunkua, Soba e Secretário da Regedoria do Município da Bibala, “com o dinheiro do povo não se brinca”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG