Links de Acesso

Ano lectivo arranca em São Tomé e Príncipe com poucos alunos e muitos problemas

  • Óscar Medeiros

Alunos são-tomenses no primeiro dia de aulas

Falta salas de aulas e materiais escolares

O ano lectivo arrancou nesta terça-feira, 5, em São Tomé e Príncipe, com um aumento de alunos no ensino básico, mas com falta de salas de aula e manuais escolares.

Poucos alunos compareceram às aulas.

Ano lectivo arranca em São Tomé e Príncipe com poucos alunos e muitos problemas
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:01 0:00

O pontapé de saída foi dado no ensino básico em que estão matriculados pouco mais de 36 mil alunos.

Alunos no regresso às aulas
Alunos no regresso às aulas

Os professores queixam-se da superlotação das salas de aula e da falta de manuais escolares.

O director do ensino básico, Ismael Fernandes, disse à VOA que existem 997 salas de aula para cerca de 36 mil alunos e que os problemas de superlotação são notórios nos grandes centros urbanos, mas serão paulatinamente superados ao longo do ano com a construção de novas salas.

Neste primeiro dia de aula poucos alunos compareceram nas escolas.

Os professores acreditam que a pouca afluência tem a ver com a falta de manuais escolares e outros materiais didáticos.

No ensino secundário, o início das aulas está previsto para quinta-feira, dia 7.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG