Links de Acesso

Angolanos querem um 2019 mais justo


Pôr-do-sol na Marginal de Luanda, Angola

Entre outras questões, querem que, em 2019, a questão de autarquias seja uma prioridade.

Cidadãos angolanos dizem que 2018 foi marcado por falta de emprego, alto índice de criminalidade, deficiências do sistema de saúde e da educação, difícil acesso à justiça e violação de direitos fundamentais dos cidadãos.

Entre outras questões, querem que, em 2019, a questão de autarquias seja uma prioridade.

O Politólogo Olívio Kilumba entende que o assunto deve ser amplamente discutido, porque os partidos políticos temem perder a hegemonia e a influência com a criação de uma elite política local.

E oactivista cultural João Fernandes espera maistransparência e rigor na actuação dos cidadãos e dos gestores da coisa pública. Para ele, os interesses partidários devem ser deixados de parte para que o país consiga lograr bons resultados no campo político. “É preciso que haja mais transparência desde o repatriamento de capitais, os debates na Assembleia Nacional…”

Acompanhe:

Angolanos querem um 2019 mais justo
please wait

No media source currently available

0:00 0:19:21 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG