Links de Acesso

Angola: Trabalho da comissão de reconcililação "é uma brincadeira"


O trabalho da comissão criada pelo presidente João Lourenço para homenagear todas as vítimas de conflictos políticos em Angola não está a registar progressos, disse o vice-presidente da Fundação 27 de Maio José Fragoso.

A Comissão para Implementação do Plano de Reconciliação em Memória das Vítimas de Conflictos Políticos, foi anunciada no passado mês de Abril numa decisão como um primeiro passo para se resolvera questão dos desaparecimentos e assassinatos de milhares de pessoas após os confrontos de 27 de Maio de 1977 e de outros conflictos.

A comissão foi criada com o objectivo de se estabelecer “as bases de consolidação da paz e da reconciliação, unir os angolanos e afastar os fantasmas que ainda ensombram o passado recente de Angola”.

Mas José Fragoso disse que o trabalho da comissão tem sido até agora “uma brincadeira”.

Fragoso disse terem entregue um dossier ao Bureau Político do MPLA sobre a opinião da fundação em como se avançar com o processo propndo em primeiro lugar “um debate nacional”

No final do mês passado Edgar FranciscoDias Valles, irmão de Edgar Ademar Valles e Sita Valles que desapareceram apos osconfrontos de 27 de Maio de 1977 escreveu ao presidente da comissão pedindo a localização, identificação e devolução dos restos mortais dos seus irmão os e o esclarecimento das circunstâncias em que eles foram mortos.

Apesar de considerar "positiva" a iniciativa de reconciliação e homenagem das vítimas, Edgar Francisco Dias Valles recorda que "reconciliação e perdão pressupõem a admissão de que foram cometidos crimes, a identificação dos seus responsáveis".

"Reconciliação e perdão implicam a busca da verdade, por mais dolorosa que ela possa ser, sem receios de que os ainda idolatrados fiquem com a ignomínia da repressão mais sangrenta de todo o continente africano", lê-se na carta, datada de 28 de Outubro.

O analista politico Olívio Kilumbo duisse que o processo de reconciliação deveria começar dentro dos próprios partidos políticos recordando “as matanças” que ocorreram n então quartel general da UNITA, a Jamba.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG