Links de Acesso

Angola: Sindicato ameaça levar a tribunal os que ameaçam jornalistas


Os julgamentos de figuras públicas acusadas de corrupção estão a provocar um crescente número de ameaças a jornalistas que cobrem as audiências, disse o secretário geral do sindicato dos jornalistas angolanos, Teixeira Cândido.

Sindicato de jornalistas angolanos ameaça acções contra os que ameaçam jornalistas -19:31
please wait

No media source currently available

0:00 0:19:31 0:00

O ultimo caso deu-se no julgamento do antigo Ministro dos Transportes Augusto Tomás em que este é acusado de corrupção juntamente com o antigo director-geral do Conselho Nacional de Carregadores, Manuel António Paulo e ainda Isabel Cristina Gustavo de Ceita Bragança, diretora-geral adjunta para a área de Administração e Finanças.

Jornalistas disseram ter sido alvo de ameaças algo que levou Teixeira Cândido a apelar para que os familiares entendam que a actividade de cobertura jornalísticas dos julgamentos está ganratid apela lei e constituição.

Teixeira Candido, Sindicato Jornalistas de Angola
Teixeira Candido, Sindicato Jornalistas de Angola

“As ameaças que estão sendo feitas contra os jornalistas constituem uma obstrução á liberdade de imprensa”, disse o dirigente sindical avisando que se as ameaças continuarem “ o primeiro caminho que teremos que trilhar é apresentar queixa”.

“Acho que temos que ter essa coragem”, acrescentou

Para falar sobre o assunto, ouvimos para além do secretário geral do sindicato dos jornalistas angolanos, Teixeira Cândido, o presidente da Entidade Reguladora da Comunicação social, Adelino de Almeida e o jurista Mário Martins.


Os profissionais nesta condição acusam os familiares de alguns réus e

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG