Links de Acesso

Angola: Rádio Despertar lamenta morte do seu director


Zito Kalhas

"Zito Kalhas" morrem em Pretória

Foi a enterrar na província de Benguela o Director da Rádio Despertar, Aurélio João Evangelista, mais conhecido por “Zito Kalhas”, que morreu no dia 17 de Outubro de 2013 em Pretória, África do Sul, após doença prolongada.


please wait

No media source currently available

0:00 0:02:40 0:00
Faça o Download


A Rádio Despertar é uma das poucas fontes de informação fora do controlo do governo.

Tristeza e dor demonstram os funcionários da Rádio Comercial Despertar em Luanda. Segundo Manuel João Luamba Jornalista daquela estação emissora o empenho de “Zito Kalhas”, marcou o processo de harmonização e resolução dos problemas dos seus trabalhadores:

“Olha, com ausência deste senhor podemos até considerar que o futuro da Rádio Despertar é negro” disse.

“Não estou a ver no partido alguém que tenha as mesmas características de "Zito Kalhas" para poder avançar o projecto que estava a ser materializada pelo director,” lamentou um dos profissionais daquela emissora eferindo-se ao partido UNITA.

Numa nota publicada a imprensa o Grupo Parlamentar da UNITA, lamentou a morte do também antigo Vice-Ministro da Comunicação Social do Governo de Reconciliação Nacional (GURN).

Adalberto Costa Júnior deputado pela Bancada da UNITA, numerou as qualidades de Aurélio João Evangelista.

“Kalia é um homem sério, organizado e múlti-facetado” disse acrescentado que "Kalhas" deixou três obras de poesias para serem publicadas.

Já Vasco da Gama outro jornalista afecto a Rádio Despertar lembrou as medidas urgentes tomadas pelo malogrado para a melhoria das condições daquela Rádio.
“O Kalhas fez aquilo que os outros directores não conseguiram fazer. O director resolveu problemas do sinal que a 7 anos nunca ficou 24horas sem cair o sinal. Enquadrou funcionários que a 5 anos trabalhavam sem salários entre outras” disse

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG