Links de Acesso

Autoridades angolanas fecham o cerco à exploração ilegal da madeira


Chineses carregavam 540 metros cúbicos de madeira provenientes de Kuando Kubango

Autoridades locais apreenderam 540 metros cúbicos de madeira em toro na província angolana do Kuando Kubango, em mais um capítulo da luta contra a o tráfico de madeira.

madeira apreendida no Namibe - 2:11
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:11 0:00

O produto apreendido no passado fim-de-semana é proveniente da província do Kuando Kubango, segundo o oficial do Serviço de Investigação Criminal (SIC), André Máximino, que esclarece que os proprietários são chineses que não se faziam acompanhar de qualquer documento que os habilitasse a desenvolver a actividade madeireira.

As autoridades dizem desconfiar que os toros de madeira em causa podem vir da exploração desgovernada de madeira na província.

O oficial do SIC afirma que aquela instituição e a fiscalização do Instituto do Desenvolvimento Florestal (IDF) vão impor travão à exportação de madeira em toro, proibida pelas autoridades angolanas.

As autoridades desconfiam que uma mão invisível pode estar por trás desta operação, uma vez que os proprietários não se fazem acompanhar de documentos alegando que os mesmos estão na cidade do Lubango.

Caso não apresentarem a documentação, o produto reverter-se-á a favor do Estado angolano.

Enquanto isso, os fiscais do IDF apreenderam igualmente na semana finda 60 contentores carregados de madeira, transportada de comboio que se destinavam ao porto do Namibe para exportação.

Lei

Recorde-se que desde o dia 1 de Fevereiro estão proibidos o corte, a circulação e o transporte de madeira em toro ou serrada em Angola.

O Governo responsabiliza cidadãos nacionais pela exploração desmedida de madeira por estrangeiros, maioritariamente chineses, aliada ao número reduzido de fiscais para o efeito.

A lei de exploração florestal agora publicada estabelece que apenas pode ser detentor de uma licença para o efeito o cidadão nacional ou empresas de direito angolano, sendo proibido o seu trespasse.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG