Links de Acesso

Angola: Escolas católicas massificam aulas digitais

  • Isaías Soares

Bispo dom Benedito Roberto

Projecto faz parte de um acordo com uma escola espanhola.

As aulas digitais serão introduzidas nas escolas da Igreja Católica das províncias da Lunda Norte, Lunda Sul, Malanje, Uíge e Moxico no ano lectivo aberto esta terça-feira, 31, no âmbito do projecto de cooperação com a Espanha “Escola Pró Futuro”.

Cinquenta escolas vão beneficiar do projecto iniciado o ano passado em estabelecimentos de ensino da Diocese do Moxico e 60 professores das escolas da Arquidiocese de Malanje, 10 directores e oito coordenadores das províncias eleitas estão aptos para ministrar e coordenador a aula digital.

A coordenadora do projecto “Escola Pro Futuro” em Angola, Valéria Cruz Gomes, disse que os novos agentes estão aptos para manusear o equipamento , conteúdo digital, plataforma educativa, formação acompanhamento e suporte.

“Oferecemos uma mala com os componentes tecnológicos em que podemos criar uma rede de intranet e o professor pode criar uma aula e o seu aluno pode ver a aula com os conteúdos através da tablete”, disse.

O arcebispo da Arquidiocese de Malanje, Dom Benedito Roberto, referiu que a introdução da informática nas escolas primárias é uma melhoria para o sector da educação nesta região de Angola.

“Agora vamos introduzir na Escola Pro-futuro só para as crianças com computadores e cada criança terá o seu Ipad para poder trabalhar é uma coisa, que vai incitar muitas outras escolas a fazermos qualquer coisa e Malanje vai ganhar graças à iniciativa que a Igreja Católica vai lançar”, referiu Roberto, confirmando a existência de computadores nos centros de formação Dom Luiz Maria e da Cáritas.

A Igreja Católica tem 32 escolas em funcionamento na região e aguarda pela aprovação da Direcção Provincial da Educação, Ciência e Tecnologia para avançar com mais empreendimentos.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG