Links de Acesso

Cinco milhões por tratamentos médicos a angolanos

O Governo de Angola reconheceu estar em dificuldades para pagar a dívida que contraiu junto de Portugal que ronda os cinco milhões de dólares.

A falta de investimentos do Governo angolano é a razão dessa dívida que decorre dos tratamentos médicos aos seus cidadãos, disse o especialista em saúde pública Maurilio Luyela

Angola deve milhões a Portugal - 1:52
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:52 0:00

O embaixador angolano em Lisboa Marcos Barrica disse na terça-feira, 7, que, por essa razão, os doentes em tratamento em Portugal passam por dificuldades que afirmou não serem novas.

O diplomata angolano revelou haver um esforço “muito grande por parte do Estado angolano para resolver a dívida” referente não só ao tratamento médico, mas também ao alojamento dos doentes e acompanhantes.

O especialista em saúde pública Maurilio Luyela considera que se o país tivesse investido em cuidados primários de saúde, potenciando os centros médicos, “não haveria o actual congestionamento nos níveis superiores da rede sanitária”.

O também deputado da Comissão da Saúde da Assembleia Nacional, pela UNITA, disse que durante o consulado de José Eduardo dos Santos os investimentos no sector foram mal dirigidos pelo que o actual Executivo tem o desafio de inverter o quadro.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG