Links de Acesso

Angola e Cabo Verde preparam parceria estratégica


Manuel Augusto, chefe da diplomacia angolana

Chefes da diplomacia dos dois países reiteram interesse numa cooperação forte e alargada

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde manifestou nesta terça-feira, 6, em Luanda a vontade de fazer fazer de Angola o seu principal parceiro estratégico.

Em resposta, o seu homólogo Manuel Augusto revelou o interesse numa parceria empreendedora e construtiva, que esteja à altura das potencialidades dos dois países.

“Abrem-se amplas perspectivas de uma verdadeira parceria entre Angola e Cabo Verde, carregada de um sentido novo. Devemos, portanto, empenharmo-nos no estabelecimento de uma nova parceria empreendedora e construtiva, que esteja à altura das potencialidades existentes nos nossos países e no interesse recíproco dos nossos Governos e povos", destacou Augusto, defendendo uma análise de mais de 40 protocolos e acordos, visando a sua revitalização.

O governante classificou a 8.ª Comissão Bilateral de Cooperação de um importante mecanismo de cooperação, que deve ser retomada, depois de uma longa paralisação.

Luís Filipe Tavares, MNE cabo-verdiano
Luís Filipe Tavares, MNE cabo-verdiano

​Na sua primeira visita a Angola, Luís Filipe Tavares disse que o Governo cabo-verdiano quer trabalhar com Angola "numa base de confiança", que favoreça uma total mobilidade e promoção do investimento empresarial entre os dois países.

"A excelência das nossas relações começa e termina nas excelentes relações interpessoais entre nós, nossos governantes, os nossos dois Presidentes da República, nas nossas relações pessoais, mas também na amizade muito grande entre o povo angolano e o povo cabo-verdiano", explicou Tavares na abertura das conversas entre delegações de Angola e Cabo Verde.

O governante cabo-verdiano defendeu que a cooperação entre os dois países pode ir ainda mais longe, caso se definam consultas bilaterais anuais ao mais alto nível propostas por Angola.

Os encontros abordarão temas da cooperação bilateral e outros de interesse comum, como a reforma da União Africana actualmente em curso.

Durante a sua estada em Luanda, Luís Filipe Tavares recebeu a confirmação que o Presidente angolano João Lourenço participará na cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a realizar-se na Praia, em Cabo Verde, no mês de Julho.

Lourenço respondeu positivamente o convite do seu homólogo cabo-verdiano Jorge Carlos Fonseca.

O chefe da diplomacia cabo-verdiana regressa nesta quarta-feira, 7, a Cabo Verde.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG