Links de Acesso

Angola aguarda por melhores condições antes de emitir Eurobonds


O governo angolano vai esperar por condições mais favoráveis antes decomeçar a emitir novas obrigações do tesouro em Euros, disse o Jornal de Angola

Isto depois de ter sido noticiado que o presidente João Lourenço autorizou na semana passada a venda de três mil milhões de dólares em Eurobonds embora não tenha sido anunciado calendário para a emissão dessa dívida.

O Jornal de Angla disse que o decreto presidencial estabeleceu apenas as necessárias condições institucionais para a emissão das obrigações.

Analistas económicos europeus tinham dito que iria ser difícil a Angola obter novos créditos através da emissão de obrigações do tesouro em Euros, avisando que as taxas de juro seriam exorbitantes.

Neste momento investidores estão a pedir 23,5% de juros em divida angolana que vence em 2025 ou seja três vezes mais do que no princípio do mês, disse a agência Bloomberg.

Em 2018 Angola colocou no mercado 1.750 milhões de dólares em obrigações de 10 anos em Eurobonds ao juro de 8,25% e 1.250 milhões de dólares a 30 ano ao juro de 9,375%.

O ano passado o governo emitiu 3.000 milhões de dólares de Eurobonds a 10 e 30 anos a taxas de juro de 8% e 9,12% respectivamente

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG