Links de Acesso

Analistas dizem que Governo de Moçambique tem de esclarecer as dívidas ocultas


Ematum, uma das três empresas envolvidas

FMI também quer respostas de Maputo

Num comunicado emitido depois da reunião dos directores do Fundo Monetário Internacional (FMI) realizada na quarta-feira, 7, em Washington, a organização exigiu ao Governo moçambicano o esclarecimento pleno do uso dos recursos dos empréstimos não revelados, contraídos pelas empresas Ematum, ProIndicus e Mam.

Para o FMI, este eclarecimento é essencial para restabelecer a confiança com os diferentes parceiros internacionais de Moçambique.

Analistas dizem que Governo de Moçambique tem de esclarecer as dívidas ocultas - 2:22
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:34 0:00

Alguns economistas, no entanto, dizem que o Governo vai tentar arrastar a questão das dívidas ocultas até à fase das eleições gerais para ver se a Frelimo passa para ter mais força de negociar com os credores.

O economista Roberto Tibana, diz que a grande questão é saber onde está o dinheiro.

"O que é que se fez com o dinheiro, independentemente daquele que comprou o barcos que estão a apodrecer”, pergunta.

O relatório da Kroll e o inquérito parlamentar levantaram aspectos importantes que, na opinião daquele economista, enquanto não forem esclarecidos, a questão das dívidas ocultas não vai ser resolvida.

Entretanto, algumas correntes de opinião consideram que esta questão só vai ser resolvida quando o gás começar a fluir, dentro dos próximos anos.

Contudo, o economista João Mosca entende que esta é uma questão complicada, porque as previsões podem não se concretizar.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG