Links de Acesso

Al Shabaab diz que matou dezenas de soldados quenianos em ataque a base na Somália


Recutas do al Shabaab, Somália

O grupo islâmico Al Shabaab disse que seus combatentes mataram dezenas de soldados do Quénia ao atacarem uma base militar remota na Somália, hoje, 27, feira, mas o Exército queniano refutou o relato e disse que "dezenas" de militantes foram mortos.

A Reuters reporta que um porta-voz do Al Shabaab, que ataca com frequência tropas da força da Missão da União Africana na Somália disse que os seus combatentes mataram, pelo menos, menos 66 quenianos na base de Kulbiyow, cidade do sul somali, perto da fronteira com o Quénia.

O Al Shabaab admitiu que perdeu homens, mas não forneceu números. Os números de vítimas fornecidos pelo grupo muitas vezes diferem acentuadamente das versões oficiais.

O porta-voz dos militares quenianos, tenente-coronel Paul Njuguna, negou a afirmação de que os islâmicos mataram dezenas de soldados, mas não deu nenhuma cifra de baixas.

Em um comunicado, o porta-voz disse que os agressores do Al Shabaab usaram um veículo repleto de explosivos para tentar abrir caminho à força no campo das Forças de Defesa do Quénia (KDF).

XS
SM
MD
LG