Links de Acesso

Agentes do Serviço de Investigação Criminal usam carros retidos pela polícia em Cunene

  • Armando Chicoca

Denuncia é de cidadãos que dizem ter importado as viaturas com os créditos bancários

Trezentas viaturas retidas e impedidas de circular em Angola estão a ser usadas por supostos oficiais do Serviço de Investigação Criminal (SIC) na província de Cunene.

A denuncia é de cidadãos angolanos visados que dizem ter importado as viaturas com os créditos bancários.

Agentes do Serviço de Investigação Criminal usam carros retidos pela polícia em Cunene - 2:36
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:36 0:00

Moniz Manuel, coordenador da comissão dos proprietários reclamantes, disse à VOA que as viaturas em causa estão impedidas de entrar em Angola à luz do decreto presidencial 62 de 12 de Março de 2014,mas as mesmas estão a ser usadas de forma abusivae impunementeporsupostos oficiais do SIC e alguns funcionários da AGT.

O decreto em causa prevê a reexportação das viaturas para os países de origem, o que os visados dizem não estar a acontecer.

Moniz Manuel explica que eles estão “a ser tratados como e criminosos”, mas garante que nunca lhes foi permitido dialogar com os que apreenderam asreferidas viaturas e estão a fazer o uso delas.

Os visados pedem ao Presidente angolano e aos órgãos da justiça no país que esclareçam os factos “se os proprietários não podem usar as viaturas”.

Nenhum dos implicados no saque destas viaturas foi responsabilizado judicialmente.

Alguns operadores de imagem que recentemente tentaram filmar as viaturas em causa foram intimidados com detenções por suposta ordem superior.

Contactados pela VOA, os responsáveis do SIC em Ondjiva negaram prestar qualquer informação.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG