Links de Acesso

Agências da ONU pedem menos velocidade nas estradas para evitar mortes


Limite de 30 KM/Hora em Berlim, Alemanha

O ideal é limitar a velocidade a 30 km/hora nas cidades, sugerem

Todos os anos, mais de 1,3 milhão de pessoas morrem em acidentes de viação e 50 milhões ficam feridas. Uma pessoa morre a cada 24 segundos devido a um acidente.

As agências das Nações Unidas agora estão a pedir aos legisladores que reduzam os limites de velocidade, numa tentativa de baixar as mortes e feridos no trânsito.

Uma campanha para que as pessoas “reduzam a velocidade nas estradas” será lançada na segunda-feira, 17, no início da Semana Global de Segurança no Trânsito das Nações Unidas.

A ONU diz que os ferimentos em acidentes de carro são a oitava principal causa de morte em todo o mundo para todas as faixas etárias. É também a principal causa de morte entre crianças e jovens entre cinco e 29 anos.

O foco da Semana Global de Segurança no Trânsito deste ano é incentivar os legisladores a reduzir os limites de velocidade para 30 quilómetros por hora em cidades onde ciclistas e pedestres interagem com o tráfego de automóveis.

O chefe de segurança e mobilidade da Organização Mundial da Saúde (OMS), Nhan Tran, diz que reduzir o limite de velocidade para 30 quilómetros por hora nas ruas da cidade salvará vidas.

“A maioria das pessoas, a maioria dos ciclistas, a maioria dos pedestres sobreviverão se forem atropelados por um carro viajando a 30 quilómetros por hora ou 20 milhas por hora”, disse.

A velocidade mais lenta, disse Tran, traz outros benefícios ao tornar as cidades mais habitáveis, observando que os carros são uma grande fonte de emissões de dióxido de carbono. Ele disse que a velocidade mais lenta resultará em queda significativa nas emissões, o que melhorará a qualidade do ar.

A OMS diz que a África é a região com o maior número de fatalidades no trânsito no mundo, com uma taxa de cerca de 26 por 100.000 habitantes. Isso, contra 10 mortes por 100.000 na Europa.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG