Links de Acesso

Agência da ONU confirma enriquecimento de urânio pelo Irão


Yukiya Amano, director-geral da AIEA

O Irão enriqueceu urânio além do limite de 3,67% estabelecido no seu acordo com grandes potências, informou nesta segunda-feira, 8, a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), confirmando a decisão anunciada anteriormente por Teerão.

“O director-geral da Agência Internacional de Energia Atómica, Yukiya Amano, informou à direcção da AIEA que os inspectores da agência verificaram no dia 8 de Julho que o Irão está a enriquecer urânio acima de 3,67%”, disse um porta-voz da AIEA.

Um relatório a Estados-membros obtido pela Reuters afirma que a agência verificou o nível de enriquecimento usando monitores online de enriquecimento e amostras também foram recolhidas nesta segunda-feira para análise.

O Governo de Teerão ameaçou voltou hoje a aumentar esses níveis para 20 por cento se não houver acordo e se as sanções americanas continuarem.

Em Washington, o secretário de Estado Mike Pompeo ameaçou com mais sanções e o Governo russo pediu contenção ao Irão mas disse estar preparado para lidar com a situação, e criticou a Administração pelo aumento da tensão na região.

A União Europeia também pediu ao Irão para parar as suas actividades e disse estar preocupada com a notícia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG