Links de Acesso

Adis Abeba: Explosão de granada causa morte no comício do primeiro-ministro


Abiy Ahmed no comício, 23 de junho, 2018.

A emissora estatal interrompeu a transmissão, quando o primeiro-ministro Abiy era tirado às pressas do palco, na Praça Meskel.

Uma pessoa foi morta e várias outras ficaram feridas, neste sábado, em resultado de uma explosão numa manifestação política, na capital da Etiópia, Adis Abeba, disseram as autoridades.

O novo primeiro-ministro reformista da Etiópia, Abiy Ahmed, acabara de concluir um discurso no comício, na capital, quando uma granada explodiu.

A emissora estatal, de imediato, interrompeu a transmissão, quando Abiy era tirado às pressas do palco, na Praça Meskel, onde milhares de pessoas se reuniram para ouvir o jovem político vestido de chapéu de cowboy e uma camisete.

Milhares de pessoas participaram no comício, 23 de junho, 2018.
Milhares de pessoas participaram no comício, 23 de junho, 2018.

Abiy disse que a explosão foi um "ataque bem orquestrado" e que a polícia estava a investigar,

"O amor sempre vence. Matar os outros é uma derrota", disse Abiy numa entrevista televisionada, após a explosão. "Aos que tentaram nos dividir, gostaria de lhes dizer que não resultou”.

Reformas e reconciliação

Abiy assumiu o poder em abril e desde então fez grandes mudanças no país, que incluem a libertação de quase todos os jornalistas presos, anulação de acusações contra activistas críticos ao governo, e acções para a liberalização da economia.

Comprometeu-se igualmente em prol da reconciliação com a rival Eritreia, implementando a demarcação de fronteira de 2002, há muito ignorada.

O presidente da Eritreia, Isaias Afwerki, descreveu, esta semana, as propostas de paz da Etiópia como "sinais positivos".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG