Links de Acesso

"A guerra na Colômbia acabou", disse Juan Manuel Santos

  • Redacção VOA

Juan Manuel Santos, Presidente da Colômbia

Presidente da Colômbia recebeu hoje o prémio Nobel da Paz 2017.

O Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, declarou que a guerra no país chegou ao fim após a ratificação de um acordo de paz com a guerrilha das Farc no início do mês, ao discursar após receber o prémio Nobel da Paz 2016 nestw sábado, 10, em Oslo.

O povo da Colômbia, "com o apoio de amigos de todo o planeta, está tornando possível o impossível", continuou Santos, para quem “a guerra que causou tanto sofrimento e angústia a nossa população, por todo o nosso belo país, terminou".

O Presidente dedicou o Nobel às vítimas da guerra e aos negociadores, incluindo os das Forças Armadas e os das Farc.

No seu discurso, ele afirmou que o acordo na Colômbia pode ser um modelo para outros países em guerra como a Síria.

"O acordo de paz da Colômbia é um raio de esperança num mundo perturbado por tantos conflitos e tanta intolerância", afirmou Santos após receber a medalha de ouro e um cheque de 8 milhões de coroas suecas, cerca de 900 mil dólares.

Apesar da ratificação do acordo de paz com a guerrilha, Santos incitou as autoridades a "repensar a guerra mundial contra as drogas" porque ela ainda não foi vencida.

Juan Manuel Santos ainda agradeceu o respaldo da comunidade internacional às negociações de paz, em particular da Noruega, Cuba, Chile, Venezuela, Estados Unidos e União Eurpeia para "acabar com mais de meio século de conflito com a guerrilha das Farc".

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG