Links de Acesso

“É chegado o momento da cessação definitiva das hostilidades militares”, diz Nyusi


Filipe Nyusi

O presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, diz que há avanços rumo à desmilitarização da Renamo, e que prevalece a preocupação com a instabilidade na zona norte do país.

“É chegado o momento da cessação definitiva das hostilidades militares”, diz Nyusi
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:41 0:00

Na celebração dos 44 anos da independência nacional, Nyusi falou da necessidade de se concluir a desmilitarização das milícias da Renamo.

“É chegado o momento da cessação definitiva das hostilidades militares,” disse.

Ele destacou que "resgatar a paz duradoura, efectiva e sustentável continua a ser o nosso maior compromisso como país".

Tal compromisso, continuou Nyusi, é partilhado com a Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), que participa no diálogo com o Governo para a assinatura de um acordo definitivo de paz.

Enquanto se avança no problema com a Renamo, onde ainda não há descanso é no norte do país, mais concretamente, em Cabo Delgado, onde grupos de insurgentes continuam a desestabilizar a vida da população.

Em relação a isso, Nyusi repetiu que os ataques são um atentado à soberania de Moçambique e pediu as comunidades para denunciarem “qualquer movimentação suspeita”.

As forças armadas estão no terreno determinadas a combater sem trégua, e reafirmamos que não descansaremos enquanto a paz e tranquilidade não regressarem àquele ponto do país,” disse.

Além destes pontos, Nyusi destacou a conclusão do recenseamento eleitoral, o investimento da multinacional americana Anadarko em Cabo Delgado e a visita, em Setembro, do Papa Francisco.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG