quarta-feira, 22 outubro, 2014. 23:04 UTC

Notícias / Angola

Correspondente da VOA agredido e preso por várias horas

Jornalistas entrevistava "zungueiras", vítimas de agressão policial, quando vários polícias o agrediram

Correspondente da Voz da América (VOA) em Luanda, Coque Mukuta
Correspondente da Voz da América (VOA) em Luanda, Coque Mukuta
Redacção VOA
O correspondente da Voz da América (VOA) Coque Mukuta, foi agredido e detido por várias horas pela polícia quando efectuava um trabalho de reportagem nos arredores de Luanda, na sexta-feira


Mukuta foi libertado algumas horas mais tarde aparentemente por ordem do Comandante Geral da Polícia Nacional, Ambrósio de Lemos.

ZungueirasZungueiras
x
Zungueiras
Zungueiras
O jornalista disse estava a efectuar entrevistas a “zungueiras” (vendedoras de rua) que nos últimos tempos têm sido alvo de acções de brutalidade por parte da  polícia quando foi abordado por vários agentes da polícia nacional e da fiscalização

Mukuta disse que os agentes não o interpelaram, começando imediatamente a agredi-lo.

“Partiram de imediato para a violência. Começaram a espancar-me e tiraram-me o material de trabalho e depois meteram-no num carro com toda a brutalidade,” disse o jornalista.

Foi depois transportado num carro civil para o comando da polícia de Viana.

Coque Mukuta disse ter conseguido enviar uma mensagem ao comandante da polícia Ambrósio de Lemos e foi libertado ao início da tarde, pensa ele que por ordem do comandante.

No comando da polícia os agentes tentaram desculpar-se.

“Disseram-me que a minha profissão é de risco e era a profissão que escolhi,” disse Mukuta.

“Disseram-me que era difícil saber quem eu era, se era jornalista se não era, e depois pediram-me algumas desculpas e soltaram-me,” acrescentou.

Coque Mukuta disse estar agora bem e de volta ao trabalho.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Eduardo Vissimilo de: Benguela
10.01.2013 10:45
Esses polícias do MPLA só defendem o poder do chefe do Caldeirão maior.


por: Savimbista
07.01.2013 15:04
Isto é uma prova que a policia angolana é do MPLA e nâo do povo e nem defende os interessos dos angolanos.
Policia de pocaria


por: Marcelo Teixeira de: Brasil, São Paulo
07.01.2013 06:12
É triste verificar que ditaduras se sustentam no decorrer de décadas as custas do sofrimento de um povo inteiro. Espero que um dia este mal seja limpo da áfrica e que países como Angola possam respirar o doce ar da democracia.


por: José João de: Benguela
06.01.2013 16:57
Esse comportamento é próprio de um regime em agonia. O governo do MPLA deveria apostar também em cidadãos não militante para equilibrar. Esses são muito melhores que os militantes. O nervosismo de não se conseguir levar o país adiante põe o MPLA em apuros e desconfia de tudo e de todos, por isso ataca tudo que é jornalista não afecto ao regime


por: Francis
05.01.2013 22:43
Num Pais que se chama Democratico, a Policia tem a obrigacao de Proteger quem quer que seja e nao Agredir o Cidadao. A missao da Policia num Pais Democratico, a Policia deve agir Pacificamente e nao com Violencia. Isto e um caso para se levar aos Tribunais e exigir ao Governo uma Indeminizacao por se tratar de Violencia. Como este Governo quer acabar com a Violencia Domestica, quando os seu Agentes Policiais a praticam. Que grande exemplo eles demonstram ao Cidadao.


por: Anónimo
05.01.2013 21:26
ISTO E O TOTALITARISMO Q O HOLDEM ROBERTO PROFETIZARA EM 1975 NA SUA AFIRMACAO " DEPOIS O POVO SERA CONDUNZIDO NAS MASMORRAS COMO OVELHAS SEM PALAVRA A DIZER " HOJE E UMA REALIDADE , ESTE TOTALITARSIMO FOI IMPORTADO DO PARTIDO COMUNISTA PORTUGUES E DA RUSIA DO KREMLIN .


por: Kudimueniko de: Cabinda
05.01.2013 19:52
essa e a realidade da Abgola

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Mãe Trabalhadora - trailler do filmei
X
22.10.2014 18:29
O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Nascimentos na Libéria em tempos de Ébola

O hospital JFK na Libéria tinha encerrado a maternidade, devido ao Ébola, mas urge agora reabrir o serviço que já fez 93 partos desde que voltou a abrir
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Mais Vídeos