Links de Acesso

Angola: Governo anuncia investigação às mortes no Estádio da Cidadela

  • Venâncio Rodrigues

Poster da Igreja Universal do Reino de Deus

Poster da Igreja Universal do Reino de Deus

O incidente na noite de 31 de Dezembro saldou-se pela morte de 16 pessoas e ferimentos em centenas de outras.

O Ministério do Interior diz ter dado ordens à Investigação Criminal (DINIC) para a abertura de uma sindicância visando o apuramento dos factos e imputar responsabilidades sobre o incidente que, na noite do dia 31 de dezembro, resultou na morte, até ontem, de 16 pessoas e no ferimento de mais de cem fiéis de Igreja Universal do Reino de Deus.

O órgão do governo angolano, citado hoje pela rádio estatal angolana, promete remeter o assunto ao ministério público.

A nota do ministério do interior confirma que os servicos de apoio da polícia nacional, dos bombeiros e emergências médicas tinham sido notificados para assegurar o evento apenas no exterior do recinto.

A Igreja Universal terá recrutado 300 elementos de auto protecção para garantir a seguranca no interior do Estádio da Cidadela que conheceu uma enchente superior à sua capacidade.

O Ministério do Interior afirma ter constatado que o local escolhido era insuficiente para acolher tal número de fiéis, o que causou execessiva lotação na parte interior por altura da exibição do momento músico- cultural o que provocou um movimento frenético de pessoas de fora para dentro forçando a sua entrada para o estádio.

Entretanto a Igreja Universal do Reino de Deus anunciou em Luanda que assume todas as despesas relacionadas com as vítimas do incidente do “Dia do Fim”, no passado dia 31.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG