quinta-feira, 30 outubro, 2014. 15:55 UTC

Notícias / Angola

Zungueiras de Luanda causam polémica

O governador de Luanda Bento Bento prometeu acabar com a zunga na capital do país durante o mandato

Zungueiras
Zungueiras
Manuel José
Analistas angolanas divididas quanto à questão da actividade das zungueiras nas ruas.

A jurista Ana Paula Godinho por exemplo interroga-se sobre se há ou não legitimidade por parte dos fiscais receberem os produtos dos zungueiros.


"Não sei com que legitimidade é que confiscam os produtos aos jovens e o dinheiro que eles arrecadam".

A advogada condena a perseguição que sofrem os vendedores ambulantes e aconselha os fiscais a organizarem-se.

"Ao invés dos fiscais andarem atrás dos miudos com cacetetes e tirarem-lhes as coisas porque não são aproveitados para ordenarem o comércio de rua".

Quem não quer ouvir falar de pessoas a venderem na rua, é a economista Laurinda Hoygard.

"Não é admissivel que as pessoas façam mercados onde querem, sem higiene, sem condições".

Combate cerrado às zungueiras nas ruas é o que defende a economista.

"Só perturbam o transito, enfim isso de facto tem que ser absolutamente combatido".

No contraponto, a jornalista Suzana Mendes pensa que as zungueiras não estão nas ruas por capricho mas sim por falta de outras opções profissionais.

"As pessoas não vão à rua, não o fazem simplesmente porque querem lá estar, elas fazem porque tem necessidade extrema de sustentar os filhos, muitas delas são mães solteiras e elas tem que estar aí".

A jornalista condena com veemencia a brutalidade praticada pelos agentes da lei contra as vendedoras ambulantes.

"A extrema violencia que às vezes é usada, eu já presenciei a forma como os agentes da policia, os fiscais agridem brutalmente at'e mulheres com bebés às costas".

Já a politica Alexandra Simeao defende a formação e emprego para os jovens vendedores, para que estes abandonem as ruas.

"Deve-se arranjar uma forma paga de se criar emprego temporario e com formação".

A divergencia de opiniões entre analistas angolanas sobre a problemática das zungueiras em Angola.

De recordar que que o governador de Luanda Bento Bento prometeu acabar com a zunga na capital do país durante o seu mandato.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: José António de Carvalho de: Cabinda
31.01.2013 13:00
Senhores economistas, juristas, ou quem quer que seja! A zunga existe em qualquer parte do mundo, até nas sociedades mais evoluídas. No meu entender, deve-se proibir vender nos passeios ou em outros lugares não apropriados. Mas proibir uma coitada senhora que vagueia pela rua à procura do seu sustento, vendendo fruta ou outra coisa que não causa qualquer desarranjo urbanístico, meus senhores, o quê que os nossos famosos governantes querem? E muitos deles foram criados pelas suas mães com dinheiro da zunga e agora que são multimilionários, esqueceram-se das origens. E aos senhores fiscais, em Cabinda já há alguns a pagarem pelo que fazem. Não vão na conversa dos vossos patrões.


por: lacey de: Luanda
30.01.2013 09:46
ok. vamos tirar as zungueiras das ruas durante o nosso mando, muito bem, que politicas sociais estão planificadas para estas pessoas que dependem das ruas para o sustento das suas famílias? não devem apenas tirar mas antes criar estratégias para a inclusão social destas pessoas, mas no nosso governo vemos o contrario, falamos mal das zugueiras não podem vender ai sei lá o que, não respeitamos estas pessoas, sem politicas sócias que se enquadram a nossa realidade veremos um dia os zungueiros fazendo seus negócios armados!!!!


por: José Armindo de: Luanda
30.01.2013 05:40
Como é que um governador que se preze tem como plano máximo da sua governação acabar com as Zungueiras!? Temos questões mais importante para resolver tais como: saúde, saneamento, educação etc. O Sr. governador tem de recorrer a memória lembrando que até o colono que tinha uma força repressiva sem precedentes não conseguiu acabar com a venda de rua (dito do avo Jojo). Se o governador dissesse que vai regularizar eu estaria aqui como voluntário para o ajudar. Sr. Governador revê esse seu plano utópico, visto que está condenado ao fracasso. Obrigado voz da América por criar um espaço de interacção.

Resposta

por: manuel de: lisboa
31.01.2013 21:54
já estive em angola , as zongeuiras são o maior exemplo vivo de como deve ser uma mulher a luta desta mulher ANGOLANA é de se louvar e não de se lhe bater , falo nestas mulheres e dou como exemplo ás mulheres portuguesas que deviam de ir a ANGOLA E VER o que é uma mãe e a sua luta , aqui querem é cigarro na boca e entregar os filhos aos outros , não lutam pelos filhos deixam pasasr fome os filhos para pintarem as unhas e cabelo , FORÇA ZUNGUEIRA se a minha querida não fosse a que me trouxe ao mundo , e me fosse dadoa escolher pedia a DEUS QUE MINHA MÃE FOSSE UMA ZUNGUEIRA


por: Francis
30.01.2013 00:34
Ser uma Zungueira nao e um previlegio, e uma necessidade para alguem necessitada para alimentar os da sua Casa, seus filhos e mais Alem....A palavra Zungueira quer dizer "Vadia" no nosso dialeto o Kimbundo. Hoje com muito Orgulho nossas Mamas ou Manas Necessitadas Sao apelidados com esse termo....Mas e com Grande Orgulho, que Elas apesar de serem Chamadas de Zungueiras ou Vadias, Elas tem coinciencia de que nao Estao Roubando a Ninguem, Nao estao prejudicando a Ninguem, Nao ofendem a Ninguem..... Sao mais os Zungueiros aqueles que tencionam acabar com a sua Honestidade para Ganhar o Pao de cada dia para os seus filhos e Familiares necessitados. O Sr. Governador de Luanda quer acabar com Elas, porque Elas constintuem uma Vergonha para O Governo Luandense incapaz de encontrar Solucoes pacificas ou criar um fundo social com emprestimos e dar um Lugar digno a Cada Zungueira. Ao invez de solucionar esse Problema, O Zungueiro do sr. Governador que nao Faz nada, Apenas quer impor a sua Autoridade Brutal para acabar com Elas pensando que ira solucionar o Problema. A Raiz do Problema em Angola e a Corrupcao e todo o Mundo sabe disso, nao sao as Zungueiras. Se cortarmos a Raiz do Problema comecando com os Governadores e nossos Politicos, e fazermos melhor distribuicao qualitativa das Riquezas para cada Familia, entao deixaremos e eliminaremos as tais 'VADIAS" ou melhor Zungueiras que nos Promovem a cada dia, A Vergonha de as ver diambulando na nossa Linda Cidade de Luanda..... Sera que estou errada?

Resposta

por: manuel de: lisboa
31.01.2013 21:48
querem preparar o caminho para a sonae belmiro , vái ser o maior desastre em angola este senhor entrar lá o que ele f~ez em portugal foi acabr com o pequeno comércio em angola 1º é as zongueiras depois sãoas loja , cuidado muito cuidado , com o belmiro da sonae

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 29 Outubro 2014i
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
29.10.2014 18:37
As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Mais Vídeos