quinta-feira, 23 outubro, 2014. 09:21 UTC

Notícias / Angola

Governo mente sobre activistas desaparecidos, diz deputado da UNITA

Há poucas esperanças de ainda estarem vivos - Kamalata Numa

General Abilio Kamalata Numa,
General Abilio Kamalata Numa,
Coque Mukuta
O deputado da UNITA Kamalata Numa acusou hoje o governo de continuar a mentir sobre o paradeiro de dois activistas raptados em Maio último e que continuam desaparecidos.

Numa diz que há agora poucas esperanças de que os activistas ainda estejam vivos.




Segundo Kamalata Numa, general na reserva e deputado pela bancada Parlamentar do maior partido na Oposição, UNITA, já não há esperança de se encontrar com vida os dois activistas desaparecidos quando tentavam organizar uma manifestação em Maio do ano passado.

Só os raptores sabem o paradeiro dos dois jovens, disse Numa.

Para Kamalata Numa as instituições do estado angolano não estão a investigar o caso e apenas procuram ganhar tempo mentindo sobre uma alegada investigação
“As instituições que estão a tentar ganhar tempo afirmando  que estão a investigar, estão a mentir, estão a mentir! Não estão a investigar nada, porque sabem o que que aconteceu” frisou.

Família de Alves Kamulingue, incluindo a sua mãe;e, a esposa, Elisa, o filho de 2 anos, um primo e Tetê, esposa de Isaías Sebastião Cassule, raptado entretanto no CazengaFamília de Alves Kamulingue, incluindo a sua mãe;e, a esposa, Elisa, o filho de 2 anos, um primo e Tetê, esposa de Isaías Sebastião Cassule, raptado entretanto no Cazenga
x
Família de Alves Kamulingue, incluindo a sua mãe;e, a esposa, Elisa, o filho de 2 anos, um primo e Tetê, esposa de Isaías Sebastião Cassule, raptado entretanto no Cazenga
Família de Alves Kamulingue, incluindo a sua mãe;e, a esposa, Elisa, o filho de 2 anos, um primo e Tetê, esposa de Isaías Sebastião Cassule, raptado entretanto no Cazenga
Durante o fim de semana familiares dos activistas raptados em Maio último desmentiram os pronunciamentos do executivo angolano que diz estarem em permanente comunicação com os parentes em relação às investigações do suposto rapto.

João de Almeida superintendente chefe  tinha afirmado que que os pormenores da investigação encontram-se  sob “segredo da justiça” mas que a polícia tem estado “em contactos com as famílias destes a quem prestamos todo tipo de informações e os passos que vem sendo dados em termos de investigação e dos familiares temos também recebido o apoio total”.

Segundo Noémia da Silva mãe de Alves Kamolingue, nem a polícia nem qualquer outra entidade do estado angolano terá informado sobre o andamento da investigação supostamente iniciada após o encontro entre parentes, executivo e os jovens manifestantes.

“O governo sabe que eles estão mortos! Porque um preso onde ele está desde 27 de Maio até hoje! Não tem resultado nenhum é claro que nós não acreditamos que eles estejam vivos” acrescentou Noémia da Silva mãe de Alves Kamolingue que procura o seu filho há quase um ano.

O deputado da UNITA Kamalata Numa  afirmou t ser tempo de se encontrar outra forma de se chegar à verdade e não esperar pela mentiras de quem quer ganhar tempo.

“Agora nós teremos de encontrar outras formas de lutas para encontrarmos a verdade” acrescentou.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: José António de Carvalho de: Cabinda
19.02.2013 08:52
Quantas mortes por assassino e desaparecimento de políticos e activistas nesse país não esclarecidos? Quantos? E quanta impunidade dos mentores de tais assassinos e desaparecimentos? Para manter-se no poder e continuar a sugar o tutano do povo angolano, o 'fulano' pode fazer tudo porque sabe que ninguém o irá incomodar. Entre os homens, até ninguém o pode incomodar, mas não se esqueça da justiça divina.


por: Gabriel de: Huila
19.02.2013 08:24
É lamentavel num país dito demratico de direito as pessoas desaparecerem dessa forma como animais. A sociedade civil, os partidos com o poder de fazer pressão que faça orque isso não pode ser asim.Quando falamos do poder, o poder são as pessoa que formam são as mesmas que desaparecem sem razão fica complicado. O que é o estadoo que é o governo, qual é a importanciaeles, de onde o povo vi levar suas preocupações? O estado que devia defender o que maltrata, onde o povo vai procurar segurança?


por: Gabril de: Huila
19.02.2013 08:02
A investigaçãotem de ser forte, e a UNITA tem de ajudar essa familia porque è direito à manestação, estáescrito L.C.A.
Ao nível do mundo os presos são visitados; como é que Kamuligui e o ou não são visitados? A familia tem o direito de saber onde está o filho, na cadeia, o a´nda na campa.Se mataramdevem dizer só verdade, a forma do tratamento será outra doque viver sem a realidae.


por: valentim de: benguela
18.02.2013 19:14
É difícil entender estes dirigentes. Este governo (JES e os seus capangas) são assassinos. Não sei onde é que Angola vai parar

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Mãe Trabalhadora - trailler do filmei
X
22.10.2014 18:29
O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Nascimentos na Libéria em tempos de Ébola

O hospital JFK na Libéria tinha encerrado a maternidade, devido ao Ébola, mas urge agora reabrir o serviço que já fez 93 partos desde que voltou a abrir
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Mais Vídeos